CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA INTERNET: 5 DICAS INDISPENSÁVEIS PARA OS PAIS

Crianças e Adolescentes na Internet
Crianças e Adolescentes na Internet

Atualmente no Brasil é cada vez maior o acesso de crianças e adolescentes na internet.

À primeira vista, a internet fornece acesso a uma infinidade de conhecimento para seu filho, mas o uso prolongado e sem controle é prejudicial e tóxico ao desenvolvimento das crianças e adolescentes.

Assim, você que é mãe ou pai é que deve ficar atento para identificar possíveis problemas.

Então, surge a pergunta: como controlar o que seus filhos veem na internet?

Nesse sentido, trouxemos 5 dicas indispensáveis para você mãe ou pai quanto ao uso das crianças e adolescentes na internet.

Se você está passando por essa situação e tem dúvidas ou dificuldade, não deixe de ler este artigo. Confira nossas dicas!

1. Monitore o conteúdo consumido pelas crianças e adolescentes na Internet

A internet está na vida dos seus filhos, isso é um fato, ela pode ser uma ferramenta positiva para o desenvolvimento, mas deve ser usada de forma correta e com o direcionamento certo.

Em tempos de pandemia e adaptação escolar, seu filho provavelmente se tornou ainda mais presente e habilidoso no mundo digital.

O que reforça a necessidade de monitorar constantemente o que as crianças e adolescentes fazem quando estão online, é importante que você esteja sempre por perto e atento ao que está acontecendo.

Assim, é essencial que você acompanhe os conteúdos acessados, se não são inapropriados ou que os expõem a riscos como aliciamento, pedofilia, roubo de dados e outros.

É muito difícil controlar esse tipo de aspecto da internet, já que nem sempre é preciso buscar algo para que isso seja mostrado.

Por isso, é muito importante para você utilizar algumas ferramentas para evitar que esse tipo de conteúdo seja mostrado ao seu filho durante a navegação na web. Vejamos!

2. Instale filtros de segurança

A instalação de filtros de segurança é uma importante ferramenta de monitoramento que pode ser utilizada. Esses filtros impedem que certos tipos de conteúdo apareçam para seu filho.

O livre acesso à internet pode fazer com que as suas crianças e adolescentes entrem em contato com conteúdos que não são adequados para as suas faixas etárias.

Entenda que isso não inclui obviamente, apenas sites de teor erótico, voltados para o público adulto, mas imagens que podem ser fortes ou traumáticas.

Assim, os filtros vão te auxiliar a proteger a integridade das suas crianças e adolescentes, permitindo um ambiente muito mais seguro para a navegação.

Sendo assim, verifique nos dispositivos utilizados pelo seu filho as opções disponíveis de filtros de segurança, os navegadores de internet oferecem essa opção.

No Google Chrome, oferece o Safe Search, que elimina conteúdos impróprios da pesquisa. Para o Internet Explorer, existe uma página dedicada que explica como proibir o acesso a sites adultos.

Esteja sempre alerta, todo cuidado é pouco!

3. Verifique com quais pessoas seus filhos têm contato online

Verifique sempre as interações de seus filhos com desconhecidos.

Infelizmente, nem todos são verdadeiros no ambiente online e, em alguns casos, muitos adultos mal intencionados se passam por crianças e procuram outras para conversar, não permita que seu filho seja uma vítima.

Ainda, é fundamental que você acompanhe também as interações com os amigos, observe os assuntos que conversam, o tipo de linguagem que usam, se não estão utilizando vocabulário agressivo ou impróprio.

Enfim, você deve ficar atento quando se trata das crianças e adolescentes na internet, oriente para que conversem apenas com familiares e amigos, que não troquem mensagens e nem repassem informações a estranhos.

4. Trabalhe a prevenção ao bullying (cyberbullying)

Assim como nas escolas, a presença do bullying é muito comum na internet, é o chamado cyberbullying.

Talvez, nesses casos, seja ainda mais perverso e violento, pois existe a sensação de anonimato e impunidade que esse tipo de comunicação traz aos seus usuários.

Na internet imagens e comentários depreciativos se espalham rapidamente, o que torna a vítima que pode ser seu filho mais acuada e na maioria das vezes sem saber se defender.

Por esse motivo, você deve prestar atenção as mudanças de comportamento dos seus filhos, bem como alertá-los sobre o assunto e dizer como devem se comportar caso uma situação de cyberbullying ocorra.

Acima de tudo, é preciso que você preserve suas crianças e adolescentes na internet, conversando sobre esse tipo de assunto e mostrando que está sempre presente para auxiliar e apoiar em qualquer situação.

5. Estabeleça um limite de uso para as crianças e adolescentes na Internet

O acesso às tecnologias é importante, as crianças e adolescentes gostam, têm habilidade e intimidade com o mundo digital.

Contudo, o desafio é saber equilibrar o tempo de exposição a esses conteúdos, de forma que não prejudique o desenvolvimento e a realização das demais atividades que precisam ser feitas por seu filho durante o dia.

É importante que você estabeleça um limite de tempo, dentro da rotina deles, é necessário ter tempo para as tarefas, brincadeiras, atividades ao ar livre e outras diversões.

Assim, o ideal é que você como pai e mãe aproveite a facilidade que as crianças e adolescentes têm com os dispositivos para potencializar o seu desenvolvimento.

Contudo, o equilíbrio e bom senso possibilita que a presença das crianças e adolescentes na internet seja saudável e sem riscos.

É fundamental ter em mente que seu filho pode utilizar a Internet sim, porém sob sua supervisão, pois proibir o uso não educa e não previne, apenas o deixará frustrado.

Desse modo, para que o uso desse recurso seja uma experiência positiva, é importante que você estabeleça sempre o diálogo, proporcionando uma relação de confiança com seus filhos.

Assim, uma parceria é formada, você e seus filhos aprendem a tomar os cuidados e buscar ajuda quando for necessário.

Gostou de aprender mais sobre este tema? Compartilhe com seus amigos que você sabe que se interessam pelo conteúdo!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.